domingo, 30 de outubro de 2016

Carta aberta a Marcelo Freixo e Luciana Boiteux

Caros Marcelo e Luciana,

serei muito breve.  Não sou militante do PSOL, mas apostei em vocês. Desconfio de qualquer liderança, mas apostei em vocês. Lutamos juntos. Acreditávamos que seria possível uma cidade onde os CO-PREFEITOS governassem COM o povo e não "cuidassem" do povo. Infelizmente, ainda nos falta a cultura política necessária para escolher coletivamente esse outro modelo de democracia.

Nossa campanha foi linda. Um grito de alegria, esperança e amor em meio às trevas que ameaçam o Brasil. Um sonho lindo enquanto durou. Mas a verdade é que o sonho não acabou. Ele dura e ainda durará.

Para mim, nos últimos anos, a cidade do Rio de Janeiro tem sido palco de muitas lutas e derrotas. Derrota nas eleições de 2012. Derrota nas greves da Educação municipal de 2013. Derrota na greve da FAETEC de 2013. Duríssima derrota na greve da Educação municipal de 2014, com sangrento corte de ponto. Derrota ainda na greve da FAETEC de 2016.

Derrota agora nas eleições municipais de 2016. Digo, todavia, uma coisa: nenhuma derrota foi tão linda quanto esta. Esse segundo turno é derrota, sim, mas tem sabor de vitória. Vitória contra a intolerância, o ódio, a mentira, a agressão. Vencemos Pedro Paulo, Bolsonaro, Osório, Índio.

As urnas mostraram que metade do povo carioca tem medo de mudar. No entanto, também mostraram que outra metade tem esperança de que mudar é possível. Nesse segundo turno, muita gente descobriu que O RIO TEM OPÇÃO. Fiz parte dessa história, e me orgulho muito disso.

Reza a lenda que também Jesus - que o outro candidato cita, mas desconhece - foi crucificado e se ergueu de volta em três dias. Como cristão e pecador que sou, sei que a virtude da esperança brilha mais intensamente nas trevas mais sombrias.

Continuamos juntos. Enquanto vocês permanecerem fiéis aos princípios que guiaram essa campanha eleitoral, estarei ao seu lado. Sigamos em frente. Sequemos as lágrimas, pois quatro anos de luta se avizinham. Nos últimos meses fechamos com Freixo e Luciana. Nos próximos anos, tenho certeza, vocês fecharão com o povo - especialmente com o "povo lá de trás", que o candidato de fala mansa beija e apunhala a um só tempo. Conto com Freixo e com Luciana. Conto com Tarcísio (meu vereador), Marielle, Renato, Paulo, Leonel e David. Estou aqui. Contem também comigo.

Carinhosamente,
Luiz Fabiano Tavares
Professor, historiador, socialista, cristão, espírita e CARIOCA

P.S: Uh, é o Freixo!


Nenhum comentário: