quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Uma lição essencial que levei mais de 3 décadas para aprender: minhas opiniões têm pouquíssima importância.

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Triste Turba Tropical

Os ricos riem no Rio, enquanto ratos roem requintados réquiens nas ruas.

Sinos soam subitamente: selvagem, sinistra e sorridente, a submissa sublevação suburbana segue sangrenta, em subversiva sanha.

"Polícia e prisão para os pobres", pregam pérfidos pastores em seus promíscuos prostíbulos, proclamando perversas pedradas e perdoando príncipes pecadores.

Cruéis chuvas caem na cidade comida e carcomida por criminosos, cupins, carunchos e corruptos.

Gatunos e gringos gastam e gozam gostosamente; graves gangrenas geram gritos e greves na guerra geral dessa geena.

Lindas louras e lívidos lacaios, larvas leais, louvam, lambem e lambuzam os legítimos ladrões e lídimos larápios da labuta legislativa.

Em seus terríveis tormentos, traumatizada por torpes tramas e trambiques, a triste turba tropical troveja, em transe, como tremenda tormenta sobre túmulos tomados por terrores.

Dias devastadores deturpam e destroçam, entre duros dentes, as diluídas diretrizes democráticas dessa discreta ditadura.

Milhares de mendigos mancham a madrugada dessa machucada metrópole de mentirosos militantes malucos e malandros mestres de mamatas.

Os ricos riem no rio, enquanto ratos roem réquiens nas ruas.




quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Santos e milagres

Evito, quanto possível, dizer nomes. Geralmente, não desejo transformar minhas reflexões em denúncias. Não tenho vocação para promover linchamentos virtuais, nem para entrar em polêmicas intermináveis com gente desinteressante. O exercício da crítica é mais importante que a redação de libelos acusatórios. Tento sempre trazer um dedo apontado para meu próprio coração.


terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

Ignorância como patrimônio

Segundo O Globo, o primeiro projeto de lei inscrito na atual legislatura é, no mínimo, curioso:

"Ele [Deputado Federal Pastor Sargento Isidório - Avante, BA] quer uma lei para que a Bíblia seja considerada patrimônio imaterial do Brasil. Os deputados chegaram por volta do meio-dia, mas o protocolo só abre às 15h. — É o livro mais lido no país. 98% da população já deve ter lido — afirmou Isidório, que aprovou projeto semelhante na Bahia quando foi deputado estadual. Isidório vai apresentar também um projeto para proibir a utilização do termo 'Bíblia Sagrada' por livros que não tenham a mesma redação do original".

Desejo boa sorte para quem for procurar "o texto original" da Bíblia! Com muita boa vontade, daria para aceitar como texto original e integral, no máximo, a Vulgata de São Jerônimo. Mas aí tem que engolir Macabeus, entre outros livros... E aí eu me pergunto: se a edição não estiver de acordo com o "original" (sic) tem que vender como "Bíblia Profana"? Nota zero em laicidade estatal e manuscritologia bíblica... Alguém mande um filólogo bem didático e paciente esclarecer esse povo! Por sinal... A Bíblia foi escrita no Brasil?

Se algum dia me elegerem deputado, proponho que se tombe a ignorância como patrimônio imaterial do povo brasileiro...