Livros

Entre Genebra e a Guanabara aborda as diferentes concepções e expectativas sobre a França Antártica elaboradas pelos seguidores da Reforma que participaram direta ou indiretamente da colonização francesa na Baía de Guanabara, especialmente aqueles vindos de Genebra, que deixaram mais amplo registro escrito.


Utilizando cartas e relatos impressos como fontes, Da Guanabara ao Sena discute as relações entre as polêmicas sobre a França Antártica e a experiência política da França durante as guerras civis religiosas que assolaram o reino no século XVI, com especial atenção à importância política da noção de verdade nesses debates.

Vencedor do Prêmio IV Centenário de São Luís, A ilha e o tempo explora os quatro séculos de São Luís do Maranhão através da biografia de alguns de seus personagens, ilustres ou pouco conhecidos, transitando entre franceses, portugueses e holandeses, da Colônia à República, passando pelo Império. O livro aborda a história de São Luís sob perspectiva global, examinando seus profundos vínculos com a história do Brasil e do mundo.