sexta-feira, 29 de março de 2019

A arte da polêmica no século XXI

1 - Algum desocupado produz um meme engraçado: 


2 - Apaixonadas reações não tardam nas redes sociais:

"Eu acho que você está roubando o protagonismo da água".

"O copo d'água ameaça a família tradicional brasileira. Imagina se uma criança vê essa água? Copo transparente é muita indecência. Na época do Regime Militar não acontecia uma coisa dessas".

"Vai ter água no copo, sim!"

"Copo d'água é a porta de entrada para coisas muito piores".

"O copo está meio vazio por culpa do PT".

"O copo fascista impede a água de se expressar. Não passarão!"

"A água pode ser benta. Estado Laico não é Estado ateu".

"E a meritocracia? Não adianta dar copo d'água, tem que ensinar a filtrar".

"Os copos merecem a reparação de uma dívida histórica. A água precisa refletir sobre os seus privilégios".

"Copo acima de tudo. Água acima de todos".

"Lula livre!"

"Mas e o PT?"

3 - Na semana seguinte ninguém mais lembra da água nem do copo.

4 - Surge a nova polêmica mais relevante da História do mundo.

5 - A liturgia se repete religiosamente numa espiral sem fim. Amen.


quarta-feira, 27 de março de 2019

Verdadeira barbárie

Etcaetera, o Terrível.

Bárbaro entre os bárbaros! O exterminador de todas as enumerações. Por onde passa Etcaetera fica um ponto final; com muita sorte, ponto e vírgula.

Mais que impronunciável, poucos ousam escrever seu nome completo...

Ciro Gomes e as lições de 2018

Excelente reflexão do historiador Fred Oliveira

Na pré campanha da eleição presidencial de 2018, alguns petistas chutaram Ciro. Depois, ao ver que a vaca iria pro brejo, pediram apoio a Ciro. Ouviram Ciro apoiar a democracia (Sim! Ciro apoiou a democracia!), mas eles queriam do candidato o servilismo de outrora. Insatisfeitos, não tendo o apoio pedido, vilipendiaram Ciro. Xingaram e brandiram ofensivas hipérboles contra Ciro. Demonstraram a reatividade descabida de sempre a quem lhes recusa vassalagem. Trataram Ciro como tratam todos aqueles que mesmo tendo sido fiéis ousam em algum momento deixar de segui-los. E a lista é extensa. Ou seja, mantiveram a rotina.

Nas hostes teve mais vaias que aplausos. Muita citação e pouca reflexão, como de hábito online atualmente. Erudições voláteis oriundas de memórias de momento. Rigor que não sobreviveu ao instante da enunciação, diluído em torrentes de likes e tolos vomitaços. Embasados achismos deram o tom de quase tudo que foi dito. Cansados todos os ouvintes, suspeitos muitos dos indignados.

Ao fim e ao cabo, emotivos, deram de ombros para as próprias idiossincrasias e a histeria ultrapassou o limite do aceitável. Envolvidos demais, não perceberam que pirraças, memes e rótulos só divertiam a audiência. A contraproducência da tática fortaleceu os adversários e não mudou as condições que levaram a outra chapa até a Presidência. O adiantado da hora implodiu as expectativas baseadas em ilusões. Militâncias infantis na crítica e quase fetais na reação, ficaram falando somente para os que pensavam a mesma coisa que elas, ao invés de tentar convencer quem pensava diferente.

Assustador, no entanto, é ver que as fracassadas fantasmagorias de ontem continuam sendo recurso. Mas agora só evidenciam que não houve aprendizado, só simulacro e repetição. Se constrangedor era admitir os equívocos outrora, mais constrangedor deveria ser repeti-los ainda hoje. E assim, vanguardas de ontem, falam sobre ontem, vivem de ontem, só enxergam ontem e insistem em dizer que são “futuro”.

Passada a tormenta eleitoral, Ciro Gomes avalia a conjuntura, ausculta as ruas, lembra das traições, constrói palanques, alianças, pensa nos rincões e sabe que até 2022 há uma odisseia a ser vivenciada.

MADE IN BRAZIL - Grandes clássicos dos Games

Grandes Clássicos do SBES (Super Brasintendo Entertainment System)

The legend of Dilma: A Lulink to the past 
Nessa clássica fantasia, fortalecido pelo poder da PTriforce, o jovem Lulink auxilia a princesa Dilma a proteger o reino de Byrule contra as forças do Mundo Sombrio lideradas por Cunhandorf.

Chrono Temer
Um grupo de viajantes do tempo precisa salvar o mundo da ameaça do Chrono Temer, um dispositivo capaz de enviar todos os direitos dos trabalhadores para um passado muito, muito distante...

Super PTroid
A heroína espacial Sargus Moran enfrenta os terríveis mutantes PTroids, que ameaçam dominar o universo com seu fisiológico oportunismo geneticamente programado. Inclui a antológica batalha contra o chefão Master Squid. O password "LULALIVRE" desbloqueia o desafiador mundo-fábrica Sanbernar.

Moro Kart
Os personagens de Super Moro Bros. participam de uma animada competição automobilística, usando divertidos itens especiais: liminar-relâmpago, denúncia-banana, delação-bomba e o clássico habeas cascus. Segundo rumores, ao vencer a Copa de Curitiba correndo com o Queirowser é possível desbloquear o lendário Orange Kart.

Doria Kong Country
Um gorila almofadinha parte em busca de suas bananas gourmet espalhadas pela floresta. Contém cenas pouco recomendáveis para o público infantil.

Crivellvania
Um corajoso herói explora um sombrio castelo blindado repleto de drones importados para enfrentar o Bispo Crivácula.

Star Freixo
Nessa fantasia espacial, o piloto Freixo McCloud e sua intrépida equipe entram em guerra contra as forças de Bolsoss, em defesa do sistema Brylat. A maior dificuldade do esquadrão Star Freixo é evitar o fogo amigo, especialmente quando Baba Hare e Falco Boulardi estão na equipe.

017 contra Goldenshower
O famoso agente secreto Jaires Bondonaro enfrenta inúmeros desafios para impedir pervertidos terroristas de utilizar Goldenshower, um satélite soviético capaz de inundar Londres em urina, tornando o povo londrino mais andrógino que David Bowie.

Tupnikmin
Perdido em um misterioso planeta, o "erudito" Capitão Olavar precisa arregimentar inúmeros tupnikmin, criaturinhas obedientes, descartáveis e estranhamente fanáticas, para cumprir perigosas missões contra o marxismo cultural interplanetário, de modo a ajuda-lo a retornar para casa.



quarta-feira, 20 de março de 2019

Entre foice, martelo e suástica

"Prefiro cem vezes ser aliado da Inglaterra ou mesmo da Alemanha, apesar de todos os seus defeitos, que da crueldade, do ateísmo e da barbárie da União Soviética".
Charles Lindbergh, aviador e herói nacional americano, em 1939

"Se nós virmos que a Alemanha vencerá, devemos ajudar a Rússia; mas se for a Rússia que ganhe, devemos ajudar a Alemanha, para que eles se matem mutuamente ao máximo".
Harry Truman, antes de Pearl Harbor, e antes de ser presidente dos EUA (1945-1953)

Dize-me com quem andas...

"The Führer may need you! Maybe not. Whatever..."

terça-feira, 19 de março de 2019

The very best of gentleman Olavo

Diretamente dos Estados Unidos da América, apenas o melhor do príncipe dos filósofos brasileiros. Leitura pouco recomendável para senhoras, crianças e cavalheiros de coração fraco.

"Ele chamou esses militares, que vê associados ao que chama de mídia oposicionista, como um 'bando de cagões'". - O que me espanta é a fineza desse grande pensador cristão. Um gentleman.

"Eles estão governando e usando o Bolsonaro como camisinha". - Nem sei comentar o apuro literário dessa frase. Digno de Castro Alves.

"Ele afirmou ter tido apenas duas conversas até agora com Vélez. - Uma para cumprimentá-lo e outra para mandá-lo enfiar o ministério no cu". - Dispensa comentários adicionais.

"Eu quero mudar o destino da cultura brasileira por décadas ou séculos à frente. Estou tentando formar uma geração de intelectuais sérios, que vão formar outras gerações de intelectuais sérios. Eu sou Olavo de Carvalho, sou escritor, não preciso de governo, de cargos no governo". - Cara humilde.

Tudo isso, evidentemente, em defesa da moral e dos "bons costumes". Resta descobrir o que significam "bons costumes" para essa gente.

segunda-feira, 18 de março de 2019

Elogio da Sensatez


Olavo, o Sofista

Outro dia assisti uma entrevista feita com Olavo de Carvalho há mais de 20 anos. Fiquei impressionado: em míseros nove minutos ele consegue falar três absurdos sobre Linguística, Antropologia e História. O problema é que para refutar de maneira fundamentada, sem carteirada acadêmica, esses três absurdos que ele  solta tão facilmente em nove minutos, qualquer espevialista levaria pelo menos uma hora. Enfim, é um debate inviável. Nem Sócrates teria tamanha paciência. O pior de tudo é que ele fala as asneiras dele com tamanha pompa e assertividade que deslumbra qualquer leigo. Não espanta que tanta gente o tenha na conta de grande erudito - é um sofista que faria inveja ao próprio Górgias...

quarta-feira, 13 de março de 2019

Aos vencedores, as batatas; aos vencidos, os chuchus. Aos empatados, a couve-flor. Aos desistentes, as cebolas. Aos trapaceiros, a feira.

terça-feira, 12 de março de 2019

Análise de conjuntura

Falando com toda seriedade e com minha aguçada intuição de historiador, a atual conjuntura brasileira sugere que devo ir dormir, pois amanhã pego no batente no primeiro tempo da manhã.

Fina ironia

Em minhas andanças pela internet acabei de esbarrar num artigo de opinião de 2015, no qual um jurista simpático ao PT, com ares de grande certeza, avaliava como quase impossível o impeachment de Dilma. Me lembrou de outro texto da mesma época onde um confiante jornalista sugeria que Dilma, sagaz estrategista política, estava prestes a alcançar um brilhante xeque-mate. Que irônico. A vida está sempre aí para frustar expectativas e previsões.

sexta-feira, 8 de março de 2019

Quem elege uma pessoa grosseira e grotesca não deveria se espantar quando essa pessoa divulga coisas grosseiras e grotescas. O desengano do cego é furar o olho...

Síndrome de Goldenschauer

SÍNDROME DE GOLDENSCHAUER - Patologia mental descrita pela primeira vez pelo Dr. Otto von Goldenschauer em artigo publicado na edição de abril de 1897 da "Bayerisches Artzt Zeitung". O quadro acomete principalmente ocupantes de altos cargos governamentais e se caracteriza pela divulgação compulsiva de material grotesco, constrangedor, inconveniente ou indecoroso. O mais antigo caso registrado ocorreu em 1732, quando o Duque de Pissat, então governador de Borgonha, distribuiu panfletos pornográficos, libertinos e anticlericais, incluindo o notoriamente infame "Pipi au cloître", diante de toda a corte de Luís XV em Versalhes, durante a missa, causando grave escândalo para a família tradicional francesa. Desde então, muitos casos semelhantes foram registrados. Governantes acometidos pela Síndrome de Goldenschauer tendem a ser ridicularizados, receber apelidos jocosos e perder o respeito de parte de seus governados. Até hoje ainda não se encontrou tratamento adequado para a síndrome, embora alguns pacientes tenham os sintomas mitigados por altas doses de Cloridrato de Simancol.

quarta-feira, 6 de março de 2019