terça-feira, 20 de agosto de 2013

Professor não é coitadinho!

Texto da Prof.ª Isabelle Vieira

Não, professor não é coitadinho, não passa fome, não ganha salário mínimo! Eu não estou em greve porque quero que a sociedade sinta pena de mim e da minha classe.

Eu estou em greve para que a sociedade e os atuais governantes saibam que:

- Eu só consigo sustentar a minha casa porque trabalho em 3 escolas, porque o salário de uma não dá.
- Eu trabalho muito mais horas do que qualquer trabalhador assalariado comum, porque minha profissão (e o amor que sinto por ela) exige dedicação em tempo integral.
- Eu não mudo de profissão, porque apesar dos baixos salários eu AMO o que faço.
- Eu tenho direito de reclamar e reivindicar melhorias para a minha classe porque trabalho bem, trabalho muito e mereço, como qualquer outro bom profissional.
- A greve é um direito constitucional, emergencial, garantido à TODOS os trabalhadores.
- Eu acredito que os alunos que tanto amo merecem o que há de melhor.
- Eu acredito que um país que se diz rico tem que ter dinheiro para investir na educação.
- Eu acredito que políticas pedagógicas devem ser elaboradas por educadores, com a sua participação e direção e não por economistas e administradores.
- Eu acredito que só uma educação pública, gratuita, igualitária e de qualidade pode fazer o povo brasileiro crescer em dignidade.

Eu acredito que não estou sozinha.

Nenhum comentário: