Siga a Oficina no seu e-mail!

domingo, 25 de dezembro de 2016

Problemas e "problemas" do Brasil

Cultivamos alguns mitos com muito carinho. 

Esse ano fiz um curso com um professor alemão e ele comentou que ficou muito surpreso ao ver o Fundão lotado numa sexta-feira; segundo ele, as universidades alemãs ficam às moscas nas sextas, quase todos os estudantes preferem matar aula. 

Mas qual povo leva fama de preguiçoso?

Como diz Otávio Velho, um de nossos maiores antropólogos, adoramos ser "mais realistas que o rei". Idealizamos demasiadamente os outros países e depois ficamos escandalizados ao perceber que nossa realidade não corresponde a esses ideais - que não existem tal como os imaginamos em lugar nenhum. 

Queremos ser mais democráticos que os americanos, mais republicanos que os franceses, mais organizados que os suíços, mais disciplinados que os japoneses e por aí vai...

As pessoas simplesmente se recusam a aceitar que nas ruas menos turísticas de Paris também se encontram bitucas de cigarro, pichações ou paredes urinadas ou que alguns parisienses dão calote nas roletas do metrô ou que os carros do metrô ficam imundos na sexta-feira à noite, quando os jovens franceses vão pra night.

Claro que o Brasil tem MUITOS problemas, mas o modo que pensamos esses problemas é, por si só, um dos problemas.

Nenhum comentário: