Siga a Oficina no seu e-mail!

domingo, 27 de março de 2016

SUGESTÃO DEMOCRÁTICA, PRAGMÁTICA e surrealista PARA O IMPASSE QUE INQUIETA A REPÚBLICA BRASILEIRA (contém ironia)

1) Reunamos todos os cidadãos do Brasil em algum descampado de dimensões que permitam tal aglomeração. Camisas vermelhas ou verde-amarelas serão proibidas para evitar tumultos.

2) Para evitar fraudes eleitorais, uma mesa deverá conferir os respectivos títulos de eleitor de cada cidadão, conforme forem chegando.

3) De um ponto bem alto (pode ser um palanque ou uma montanha), o juiz Sérgio Moro perguntará a todos os eleitores quem é contra ou a favor do "impitima". Para evitar confusões, Lula e Aécio deverão estar juntos sobre o palanque/montanha e verificar pessoalmente quem levanta a mão, contando juntos e em voz alta. Se não for possível determinar por contraste visual, Lula e Aécio contarão os braços levantados (um por um). Caso ocorra algum erro durante a contagem, eles deverão recomeçar, quantas vezes se fizer necessário, para evitar dúvidas.

4) Ninguém perguntará sobre abstenções, porque isso seria "ficar em cima do muro", e quem fica em cima do muro é gato, não eleitor.

5) Em caso de vitória petista, será servido um buffet de mortadelas com caviar; em caso de vitória tucana, o menu será de coxinhas gourmet.

6) Em caso de empate, fica instituído o Parlamentarismo; Lula e Aécio partilharão os ministérios no cara-ou-coroa.

7) O Temer e a Dilma ficarão de olhos vendados durante todo o processo, gritando SIM ou NÃO, aleatoriamente, para evitar constrangimentos.

ALTERNATIVAS:

a) Trocar Sérgio Moro pelo Sílvio Santos, como mediador do processo.

b) Caso o procedimento se mostre inviável, por razões que me escapam, pode ser resolvido em estúdio, com apresentação de Serginho Mallandro; nesse caso, o Temer, depois de gritar inúmeras vezes e rolar pelo chão, poderá escolher entre três portas. Apenas uma delas conterá o "impitima" premiado; as demais conterão atores (podem ser Lula ou Aécio) com fantasias toscas de monstro.

Nenhum comentário: