Siga a Oficina no seu e-mail!

domingo, 1 de janeiro de 2017

Luz: entre pintores e cientistas

"Antes dos trabalhos de Newton, os pintores ignoravam certas propriedades da luz, o que não os impedira de desenvolver um savoir-faire espantoso. [...] os dados obtidos [pela arqueologia molecular] sublinham a que ponto o artista [Nicolas Poussin] realizou cada uma de suas obras segundo uma unidade de conjunto com uma precisão notável que o conduziu a se tornar teórico da cor e das práticas pictóricas. [...] O procedimento de Nicolas Poussin certamente não foi muito distante daquele que conduziu Isaac Newton a arranjar um prisma e decompor a luz branca: um procedimento que associa observação e experiência, seguidos de raciocínio".

Philippe Walter

A tempestade (c. 1651), Nicolas Poussin, óleo sobre tela

Nenhum comentário: