Siga a Oficina no seu e-mail!

sábado, 16 de abril de 2016

En attendant

Aluna: Quem o senhor está esperando?

Eu [em tom soturno]: A MORTE.

Aluna [de olhos arregalados]: A morte de quem?

Eu: A minha.

Aluna: Cruz credo!

A longo prazo, todos estaremos mortos. Só queria descansar em paz um pouquinho ANTES da dita cuja chegar...

Nenhum comentário: