domingo, 17 de setembro de 2017

É fácil pensar em termos de uma ruptura com o passado, mas seria possível conceber uma ruptura com o futuro?

Nenhum comentário: