Siga a Oficina no seu e-mail!

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Sobre os limites do oportunismo

Acho simplesmente INACEITÁVEL o modo como tenho visto algumas pessoas explorando o caso dessa jovem estuprada para autopromoção artística ou "intelectual".

Também acho deploráveis as tentativas de apropriação do caso à esquerda e à direita, por puro oportunismo político. Usar essa situação para promover o Bolsonaro ou comparar o estupro ao "golpe" me parecem gestos de uma sordidez sem limites.

Mas toda podridão atrai abutres, não é verdade?

Nenhum comentário: